abas2

Abas

terça-feira, 31 de outubro de 2017

Morro do Corcovado (Cristo Redentor)


Cristo Redentor é uma estátua art déco que retrata Jesus Cristo, localizada no topo do morro do Corcovado, a 709 metros acima do nível do mar, no Parque Nacional da Tijuca, na cidade do Rio de Janeiro, Brasil. 

O monumento foi concebido pelo engenheiro brasileiro Heitor da Silva Costa e construído em colaboração com o escultor francês Paul Landowski e com o engenheiro francês Albert Caquot, entre 1922 e 1931, sendo inaugurado no dia 12 de outubro de 1931, dia de Nossa Senhora Aparecida.

O Cristo Redentor é feito de concreto armado e pedra-sabão e possui 30 metros de altura, sem contar os 8 metros do pedestal, e seus braços se esticam por 28 metros de largura. A estátua pesa 1.145 toneladas e é a terceira maior escultura de Cristo no mundo, menor apenas que a Estátua de Cristo Rei de Świebodzi na Polônia (a maior escultura de Cristo no mundo) e a de Cristo de la Concórdia na Bolívia (a segunda maior escultura de Cristo no mundo).

Símbolo do cristianismo brasileiro, a estátua se tornou um ícone do Rio de Janeiro e do Brasil. Em 2011, em uma pesquisa de opinião pela internet, o Cristo Redentor foi considerado por 23,5 % de 1.734 executivos de todos os países da região como o maior símbolo da América Latina.

O Corcovado foi eleito uma das sete maravilhas do mundo moderno em 2007 e em 2012 como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.




O primeiro nome do Corcovado dado pelos portugueses, ainda no século XVI, mais precisamente pelo navegador italiano, Américo Vespúcio, era Pináculo, ou Pico da Tentação, em alusão a uma passagem bíblica, onde o diabo oferecia riquezas a Cristo no alto de uma rocha. Entretanto, no século seguinte, o morro recebeu o nome de Corcovado em virtude ao seu formato, que lembra uma corcova. 

Duzentos anos mais tarde, em 1882, o imperador D. Pedro I realizou uma expedição ao morro, e visando a possibilidade de sua utilização para fins militares, instalou um sinalizador, que funcionava por meio de bandeiras no topo do morro, onde um vigia podia alertar sobre as embarcações que entravam no litoral, e prevenir qualquer eventual ataque à capital.

Isso acabou resultando no projeto da construção de uma linha férrea, cuja primeira etapa, ia do Cosme Velho às Paineiras. A ferrovia, inaugurada em 1884, tinha mais de 3.800 km de extensão, percorridos por uma locomotiva a carvão, uma obra bem ousada para a época. Mas D. Pedro I prezava pelo lazer também, e em 1823, mandou construir um belvedere com telhado de sapé, no topo do morro. No meio do caminho, nas Paineiras, foi construído um hotel turístico, aonde, chegou a se hospedar o bailarino russo, Wlasclaw Nijinski. 

D. Pedro II, seguindo os projetos de seu pai, construiu no ponto terminal da estrada de ferro, a 704 m de altitude do mar, um belvedere de ferro e madeira, que foi inaugurado em 1885, para substituir o antigo belvedere existente. A visão privilegiada das famosas paisagens cariocas, assim como o Pão de Açúcar, a Lagoa Rodrigo de Freitas, e as praias da Baía de Guanabara, se tornaram a atração da sociedade carioca, e o belvedere recebeu o nome de Mirante do Chapéu do Sol.  

Resultado de imagem para chapeu do sol corcovado
(Mirante Chapéu do Sol - Fonte: Google)

Em 1859 o padre lazarista, Pedro Maria Boss, sugeriu que fosse construída uma imagem católica no alto do mirante, e a sugestão chegou a ser levada à Princesa Isabel, que deu o primeiro apoio oficial ao projeto, porém, em 1889, o país se tornou uma república e, com a oficialização da separação entre Igreja e Estado, a proposta foi descartada. 

O projeto só se concretizou depois de 1912, quando o Cardeal Dom Joaquim Arcoverde, insistiu na ideia da construção de um Cristo, para mostrar que a Igreja católica estava presente entre o povo brasileiro. O Círculo Católico do Rio de Janeiro organizou um evento chamado "Semana do Monumento" para atrair doações e recolher assinaturas para apoiar a construção da estátua e as doações vieram principalmente de católicos brasileiros. Em 1910, os trens a vapor foram substituídos por vagões movidos à eletricidade.

Os projetos considerados para a "Estátua do Cristo" incluíam uma representação da cruz cristã, uma estátua de Jesus com um globo nas mãos e um pedestal que simbolizaria o mundo. A estátua do Cristo Redentor de braços abertos, um símbolo de paz, foi a escolhida. Em 1921, o projeto do Cristo Redentor foi retomado, tendo como foco as comemorações do Centenário da Independência do Brasil.

Imagem relacionada
(Projeto antigo da estátua do Cristo Redentor - Fonte: Google)

Em 1922, um abaixo-assinado com mais de 20 mil nomes, solicitou ao Presidente Epitácio Pessoa, que a estátua fosse construída, e o Presidente, então, doou o topo do Morro do Corcovado, para a construção do monumento; e a pedra fundamental do Cristo Redentor, foi inaugurada em 4 de abril de 1922. Ainda em 1922, o governo instalou uma enorme antena de rádio, a primeira do país, em forma de cruz, no alto do Corcovado, realizando assim, a primeira experiência de radiofonia do Brasil. O projeto do engenheiro Heitor da Silva Costa, foi escolhido para a obra em 1923.

O rosto da estátua foi criado pelo escultor Gheorghe Leonida, que nasceu em Galati, na Romênia, em 1893. Ele estudou escultura no Conservatório Belas Artes de Bucareste, em seguida, após estudos de mais três anos na Itália, ele ganhou um prêmio de escultura Reveil ("Despertar"). Depois ele se mudou para Paris, onde sua obra Le Diable ("O Diabo") foi premiada com o Grand Prix. Tornando-se famoso na França como retratista, ele foi incluído por Paul Landowski na equipe que começou a trabalhar no Cristo Redentor em 1922. Gheorghe Leonida contribuiu retratando o rosto de Jesus Cristo na estátua, fato que o tornou famoso

Resultado de imagem para projetos antigos cristo
(Estátua do cristo Redentor sendo construída - Fonte: Google)

A campanha que arrecadou fundos para a construção do Cristo durou dez anos, e o monumento foi feito com esse dinheiro, e não com doações da França, como muitos pensam, e muito menos, o monumento foi um presente do governo francês para o Brasil. A obra iniciou-se em 1926, e toda a montagem durou cinco anos, sendo inaugurada então, em 12 de agosto de 1931. 

Imagem relacionada
(Inauguração do Cristo Redentor - Fonte: Google)

Na ocasião da inauguração, o mau tempo impossibilitou uma visão espetacular do monumento, mas ainda assim, a cerimônia contou com a presença do Chefe do Governo Provisório, Getúlio Vargas, e com a bênção do Cardeal Dom Sebastião Leme. Em 1932, o Cristo ganhou uma iluminação definitiva. Em 1942, uma estrada de cimento foi construída para facilitar o acesso de automóvel ao Morro. Em 1973, o conjunto paisagístico do monumento foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico Nacional (IPHAN). 

Em 1980, o monumento recebeu a primeira reforma, por conta da visita do Papa João Paulo II ao Brasil. 

Em 1990, um trabalho de restauração foi realizada por meio de um acordo entre várias organizações, incluindo a Arquidiocese do Rio de Janeiro, empresa de mídia Rede Globo, a companhia petrolífera Shell do Brasil, o regulador ambiental Ibama, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional e o governo do município do Rio de Janeiro.


Em 2002, a Prefeitura do Rio de Janeiro instalou três elevadores panorâmicos e quatro escadas rolantes como parte do projeto de renovação do Cristo.

Em 2003, mais transformações na estátua e em seus arredores foram realizadas, quando um conjunto de escadas rolantes, passarelas e elevadores foram instalados para facilitar o acesso à plataforma em torno da estátua.

Em 2005, 17 integrantes do Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural aprovaram, por unanimidade, o tombamento do Cristo Redentor. 

Em outubro de 2006, no 75 º aniversário da conclusão da estátua, o Arcebispo do Rio de Janeiro, o cardeal Eusébio Oscar Scheid, consagrou uma capela em homenagem a Nossa Senhora Aparecida, a padroeira do Brasil, sob a estátua. Isso permite que os católicos possam realizar batismos e casamentos no local. 

No dia 7 de julho de 2007, em uma festa realizada em Portugal, o Cristo Redentor foi incluído entre as novas sete maravilhas do mundo. A decisão, após um concurso informal, foi baseada em votos populares (internet e telefone), votação que ultrapassou a casa dos cem milhões de votos. Todavia, o concurso não foi apoiado pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), que apontou a falta de critérios científicos para a escolha das maravilhas.

A estátua foi atingida por um raio durante uma violenta tempestade em 10 de fevereiro de 2008 e sofreu alguns danos nos dedos, cabeça e sobrancelhas. Um esforço de restauração foi posto em prática pelo governo do estado do Rio de Janeiro para substituir algumas das camadas de pedra-sabão exteriores e reparar os pára-raios instalados na estátua. O monumento foi danificado novamente por um raio em 17 janeiro de 2014, quando um dedo na mão direita foi destruído.

Resultado de imagem para raio cristo redentor
(reparação da mão do Cristo Redentor - Fonte: Google)

Em 2010, uma restauração maciça da estátua foi realizada. O monumento foi lavado, a argamassa e pedra-sabão que cobrem a estátua foram substituídos, a estrutura interna de ferro foi restaurada e a estátua tornou-se à prova d'água. Um incidente ocorreu durante a restauração quando picharam um dos braços em um ato de vandalismo. O prefeito Eduardo Paes chamou o ato "um crime contra a nação". Os culpados mais tarde pediram desculpas e se apresentaram à polícia.


A partir de 2013 foi criado pelo Prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, um sistema de Vans credenciadas a partir do Largo do Machado, que efetua a ligação direta até o topo do Corcovado, com valores que variam entre os períodos de baixa e alta temporada. Outros pontos de embarque são: Copacabana e Paineiras. Os ingressos podem ser comprados na hora ou pela internet.

O Cristo representa uma das mais belas visões que alguém pode ter, e é um verdadeiro ícone do turismo brasileiro. A Vista panorâmica do Cristo Redentor. É possível observar o Pão de Açúcar, a Baía de Guanabara, com a Enseada de Botafogo ao centro, e as cidades de Niterói e Maricá ao fundo.




- O monumento é a atração mais visitada do Brasil, com cerca de 1 milhão de visitantes. A Travel and Leisure divulgou, recentemente, uma lista com as 50 atrações mais visitadas do mundo. O Cristo Redentor está bem longe da 50ª colocada, que é o Universal Studios, de Los Angelos, com 5 milhões por ano.

- O Cristo tem altura total de 38 m de altura, o que equivale a um prédio de 14 ou 15 andares e pesa 635 toneladas. A obra demorou 9 anos para ficar pronta e apesar de ser a maior obra do estilo Art-Deco no mundo, o Cristo Redentor é apenas a 5ª maior do mundo das estátuas de Jesus Cristo.

- O Cristo Redentor foi feito com os fundos de duas arrecadações feitas no Brasil. Ou seja, foi feita literalmente com o dinheiro da população. O total da obra custou o que equivale a R$ 9,5 milhões hoje. Bem inferior ao custo da Estátua da Liberdade, que teria custado R$ 228 milhões.

- A estátua foi projetada para resistir a ventos de até 250 km/h, uma média quatro vezes maior do que a registrada na época de sua construção. Segundo seu site oficial, o monumento suportaria até mesmo os ventos de um furacão de categoria 5, como o Katrina, que atingiu os Estados Unidos em 2005.

- No plano original, Cristo seguraria uma cruz na mão esquerda e um globo terrestre na mão direita. O projeto foi apelidado pelo povo como "Cristo da Bola" e ganhou duras críticas na mídia, até ser redesenhado e ganhar os traços que o mundo conhece hoje. 

- No Cristo Redentor é possível ver um discreto coração, que é uma imagem estilizada do Sagrado Coração de Jesus. Medindo 1,30m, é a única parte do Monumento que, revestida de pedra-sabão, é projeta para o interior da construção. Através deste símbolo, no dia da inauguração, todo o Brasil foi consagrado ao Sagrado Coração. Dentro dele, o engenheiro mestre de obras Heitor Levy e o engenheiro fiscal Pedro Fernandes Viana colocaram um frasco de vidro, contendo um pergaminho com a árvore genealógica de ambas as famílias, como demonstração de fé e gratidão.

Resultado de imagem para coração cristo redentor
Imagem relacionada
(Coração na parte de dentro e de fora - Fonte: Google)

- Portugal possui uma escultura similar junto à foz do Rio Tejo, na sua margem sul, na cidade de Almada. Existe também uma imagem do Cristo Rei anterior à do Rio de Janeiro que se encontra no Caniço, na Ilha da Madeira, inaugurada em 1927. O monumento, virado para Lisboa, foi inaugurado a 17 de maio de 1959 e constitui o melhor miradouro da capital portuguesa. Designado por Cristo-Rei, é uma das mais altas construções de Portugal, com 110 metros de altura, incluído o pedestal, sendo que a estátua possui 28 metros. Várias cidades do Brasil também possuem réplicas do Cristo.

Imagem relacionada
(Cristo Rei em Lisboa - Fonte: Google)

- O Cristo Redentor também é referência em obras cinematográficas. A mais recente é o pôster do filme 2012. A cidade e o monumento carioca são os únicos a aparecerem nos cartazes fora dos Estados Unidos (as cidades estadunidenses representadas são Washington e Los Angeles). Na série de tevê Life After People, o episódio Wrath of God mostra o Cristo Redentor, após 250 anos sem pessoas para fazerem sua manutenção, desabando sobre o Corcovado. No filme "Redentor" (2004) do diretor Cláudio Torres, o Cristo aparece "conversando" com o personagem Célio Rocha (Pedro Cardoso), numa representação direta a Deus. Em 2009 o artista luminógrafo Gaspare Di Caro o Cristo Redentor, dando pela primeira vez uma face ao monumento.

(Pôster do filme 2012 - Fonte: Google)

- Em 12 de outubro de 2006 a estátua foi transformada num santuário católico nas comemorações de seus 75 anos. Há também, na base do monumento, uma capela católica devotada a Nossa Senhora Aparecida, onde há celebrações católicas como casamentos e batizados.

- O corpo da estátua foi construído no Brasil, como se fosse um prédio. Mas a cabeça e mãos foram moldadas em Paris, em tamanho real. Elas foram trazidas em partes separadas e numeradas (eram 50 da cabeça e oito das mãos), para a montagem ser feita em solo brasileiro. O monumento é revestido de pedra-sabão, que é maleável e resistente à erosão. Para isso, o material foi cortado em milhares de triângulos, depois colados à mão sobre um tecido e finalmente ser aplicado na estátua. As senhoras que colaram as pedras no tecido aproveitaram para escrever os nomes de seus familiares no verso dos triângulos de pedra-sabão.

- Durante a construção, de 1926 a 1931, o engenheiro mestre de obras Heitor Levy morou no alto do Corcovado. O pedestal do Monumento servia como escritório avançado, já que ele precisava consultar as plantas a todo momento. A história registra que, durante esse período, embora nenhum acidente grave tenha acontecido, Heitor Levy escapou ileso de sofrer uma queda que seria fatal. Devido a esse incidente, ele, de credo judaico, se converteu ao catolicismo.

- Desde sua inauguração, o Monumento já recebeu visitas de pessoas ilustres: Papa João Paulo II, Dalai Lama, Princesa Diana, Príncipe Charles e o Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, com sua família, já estiveram no alto do Corcovado.


Adulto - Baixa Temporada R$ 61,00
Adulto - Alta Temporada R$ 74,00
Infantil (de 6 a 11 anos) - Ambas temporadas R$ 48,00
Idoso - Brasileiros ou estrangeiros residentes no Brasil (acima de 60 anos) - Ambas temporadas. R$ 24,00
Carioquinha - Baixa Temporada R$ 48,80
Carioquinha - Alta Temporada R$ 59,20


Alta temporada:
Todos os fins de semana de 2017
01/01 a 05/03 (Férias Escolares e Carnaval)
14/04 (Feriado Semana Santa)
21/04 e 23/04 (Tiradentes e São Jorge)
01/05 (Feriado do Dia do Trabalho)
15/06 e 16/06 (Feriado de Corpus Christi)
01/07 a 31/07 (Férias Escolares)
07/09 e 08/09 (Feriado Independência do Brasil)
12/10 e 13/10 (Feriado. S. Aparecida)
02/11 e 03/11 (Finados)
15/11 (Proclamação da República)
20/11 (Feriado Consciência Negra)
15/12 a 31/12 (Férias Escolares)

Baixa temporada:
De segunda à sexta - exceto feriados.

Mais informações sobre os preços podem ser visualizadas nos seguintes links:

Para saber a respeito dos postos de venda, veja este link:


O local pode ser visitado todos os dias de 8h às 19h. Geralmente nas épocas de alta temporada costumam ficar muito cheio o monumento.


Existem duas maneiras principais de se chegar ao Cristo Redentor:


  • Carros autorizados - iniciando pelo Cosme Velho, deve seguir em direção as Paineiras (área fechada ao trânsito, nos fins de semana) até o estacionamento. A partir daí, deve-se pegar a van credenciada para transporte até o Cristo Redentor. Além disso, existem pontos de van em Copacabana (Praça do lido) e Laranjeiras (Largo do Machado).


  • Linha férrea do Cosme Velho (Trem do Corcovado) - Deve-se seguir em direção a Rua Cosme Velho, 513, no bairro do Cosme Velho. O trajeto pode ser feito de:
  1. Metrô - comprando integração Cosme Velho, onde os ônibus do metrô da estação Largo do Machado deixam em frente à estação do Trem do Corcovado.
  2. Ônibus - Algumas linhas seguem até o Cosme Velho: 
           i. Na Praça XV, sentido Zona Sul, linhas:422 / 498 / 180, descer em frente à Igreja São Judas Tadeu.

               ii. Em Ipanema, linha 570 (preferencialmente), 583 e 584
               iii. Do Cosme Velho para Ipanema, linha 569 (preferencialmente), ou ainda 584 e 583.
               iv. A partir de Copacabana, linha 583
               v. Da Rodoviária Novo Rio, linha 126 Rodoviária x Laranjeiras, descer em frente ao Clube Fluminense retornar até a Rua das Laranjeiras e embarcar em uma das linhas: 422 / 498 / 497 / 180 / 584 / 583







      Este é simplesmente o ponto turístico mais visitado no Brasil e sua beleza merece todo este destaque.

      Como carioca, confesso que fiquei devendo bastante de tanto tempo que fiquei sem ir neste lugar onde muitos turistas o tem como o ponto de referência para visitar a cidade do Rio de Janeiro.

      O acesso não é dos mais fáceis, pois o bairro do Cosme Velho não possui os melhores acessos, porém, também não é tão difícil chegar lá.

      Resolvemos comprar o ingresso antes pela internet com o horário definido para não correr riscos de não ter ingressos na hora.

      Assim, pegamos o táxi para chegar até o local e antes de entrar fomos até a Praça São Judas Tadeu, que se situa ao lado da entrada para visualizar o trem antigo do Corcovado.



      Ao lado existe uma plaquinha com a informação sobre o trem do Corcovado antigo.



      Enfim, chegamos na entrada para a troca dos ingressos. O local sempre se encontrava com filas enquanto estive por lá, mais um motivo para que a compra do ingresso seja feita anteriormente pela internet para evitar imprevistos.



      Com ingressos em mãos, era hora de esperar o meu horário para subir o Corcovado, a expectativa era grande!!



      Logo em seguida vemos uma pequena réplica artística na fila para a entrada no trenzinho.



      Ali também dava para ver o trem antigo, mas não sei dizer se era só um mostruário ou se iam explorar este espaço com este trem para mais alguma coisa.







      Chegou a minha hora!!! Vamos pegar o trem!!!




      Primeira foto da família no trem!!




      O trajeto dua em torno de 10 a 15 minutos em um trajeto lento. É perfeito para se apreciar alguns pontos da cidade.




      Chegando lá em cima podemos ver a grande movimentação de vans trazendo pessoas para ver o Cristo Redentor.




      Mas ainda havia uma pequena escadaria que subimos com calma, o Cristo estava perto.



      Faltava pouco e já dava para ver que tinha bastante gente ali.





      Além do Cristo, na subida podemos olhar para o Maciço da Tijuca.



      Até que finalmente chegamos!!!



      O lugar estava realmente muito cheio e era difícil de achar um bom ângulo com menos gente. Nesta panorâmica dá para se ter noção do lugar.



      Mas o monumento continuava lindo.



      Era bem difícil tirar foto com tanta gente, mas até que no final eu consegui tirar uma foto decente. Uma coisa que temos que desenvolver lá é a paciência de ter uma boa oportunidade de tirar fotos.



      O que não falta é criatividade para dar as mãos com o Cristo. hahaha



      Depois de tirar tantas fotos no Cristo, era hora de curtir a paisagem que estar ali de cima nos proporciona.




      Começando pela Lagoa Rodrigo de Freitas.




      Olhando mais de perto a Zona Sul cidade com a Lagoa Rodrigo de Freitas e o Jóquei logo ao lado direito. Ao sul da foto ainda da para ver o Parque Lage entre a vegetação.




      Mas esta vista aqui realmente era a melhor do Morro do Corcovado!!! Olhe a beleza da Baía de Guanabara!!!




      Pausa para a famosa selfie com o Cristo.



      Agora a última vista da cidade mostrando a Zona Norte com o Maracanã na esquerda da foto. Ou seja, o Cristo do Redentor é um mirante com a vista mais ampla da cidade e por isso é considerado por muitos o mirante mais bonito do Brasil.




      No fim, existe uma entrada atrás do Cristo Redentor que funciona como uma espécie de capela onde os cristãos podem rezar.




      É pequena, mas muito bonita...




      Para terminar a visita ao Cristo, mas uma panorâmica deste lugar lindo e cheio de turistas...haha



      No final, ao pegar o trem na descida, ainda nos deparamos com esta bela vista.




      E assim terminamos mais um ponto turístico do Rio de Janeiro.

      Espero que tenham gostado e fiquem ligados em uma próxima postagem.

      Até a próxima aventura!!!



      Nenhum comentário:

      Postar um comentário

      Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...